Notícias

Eventos

Parte dois dos “termos a evitar” relacionados ao HIV

Hoje vamos continuar falando sobre os “termos a evitar” relacionados ao HIV. A ideia é ajudar as pessoas a entenderem porque determinadas palavras, frases e ações podem ser tão maldosas e ruins. 

No primeiro texto da série, acesse clicando aqui, falamos sobre o porquê de não ser certo falarmos: pessoa contaminada com HIV, grupo de risco, pessoa infectada com Aids, aidético, teste de Aids e vírus HIV.

Hoje, falaremos sobre termos diferentes, mas com o mesmo objetivo, informar e trazer compreensão a todos. 

Confira: 

 

  • Vírus da Aids

 

Por que é errado: O HIV não é “o vírus da Aids”, isso porque a Aids é uma síndrome clínica. O HIV é o vírus que pode causar a síndrome. 

O que usar: HIV

 

  • Vítima da Aids

 

Por que é errado: Usar “vítima” serve para estigmatizar a pessoa que convive com o HIV.  

O que usar: Pessoa vivendo/convivendo com HIV

 

  • Doença mortal/incurável

 

Por que é errado: Além do teor que pode gerar medo e, mais uma vez, estigmas e discriminação, devemos ter cautela ao tratar sobre a Aids. Trata-se de uma doença grave, que deve ser levada a sério. Hoje, a terapia antirretroviral pode aumentar em muito a sobrevida e melhorar a qualidade de vida, mesmo não eliminando a infecção pelo HIV.

O que usar: Aids 

 

  • Coquetel

 

Por que é errado: O termo caiu em desuso, isso porque o tratamento das pessoas vivendo com HIV tem sido cada vez mais simplificado, com a administração de um ou dois compridos apenas.

O que usar: Antirretroviral ou medicamento antirretroviral

 

  • Morte por Aids

 

Por que é errado: A Aids não mata ninguém. Em casos de pessoas com a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids), infecções oportunistas podem levar à morte.

O que usar: morte relacionada à AIDS 

 

  • Portador do HIV/Portador da Aids

 

Por que é errado: Apesar de muito utilizados, os termos dão ênfase à doença em detrimento da pessoa.

O que usar: Pessoa vivendo/convivendo com HIV

 

  • Combate ou Luta contra a Aids/HIV 

 

Por que é errado: Diversas organizações buscam eliminar termos bélicos como este, no lugar, utilizam termos mais justos.

O que usar: Resposta à Aids/ao HIV

Enfim abordamos todos os termos destacados na ação da UNAIDS e agora que você já sabe, não tem mais desculpas para utilizar termos depreciativos e preconceituosos!

Ajude a informar outras pessoas ao seu redor e compartilhe esse material. 

Se interessou pelo tema? Continue acompanhando o nosso blog

Fonte: https://unaids.org.br/desafiounaids/index.php/manual/termos-a-evitar/#