Notícias

Eventos

ONU mira fim da aids, mas contribuição diminui no mundo.

Na contramão do compromisso firmado durante a Assembleia Geral da ONU, Organização das Nações Unidas, em setembro, pelo fim da Aids em até 19 anos, diminuiu em US$ 1 bilhão o financiamento global para HIV. No fim de 2018, o montante chegou a US$ 19 bilhões. Há dois anos, essa quantia foi de aproximadamente US$ 20 bilhões.

Mas nem tudo se resume a notícias negativas quando o assunto é aids. Países de baixa e média renda aumentaram seus investimentos no setor: de 2010 a 2018, os recursos domésticos cresceram 50%. Já os internacionais aumentaram [inexpressíveis] 4%.

Com exceção dos EUA, entre 2010 e 2018, todos os principais doadores diminuíram suas contribuições diretas bilaterais para respostas à AIDS em outros países. O Fundo Global, que visa a arrecadar ao menos US$ 14 bilhões em resposta ao HIV entre 2020 e 2022, estima salvar 16 milhões de vidas caso programas do tipo sejam financiados, o que resultaria em 27 milhões de vidas salvas desde o início do programa, em 2002.

Neste mês, o tema será novamente discutido em Lyon, na França, durante a reunião de governos e parceiros para a 6ª Conferência de Reabastecimento do Fundo Global.

 

Fonte: Dourados Agora