Notícias

Eventos

O tabu na testagem do HIV

testagem do HIV

Dentre tantos tabus presentes na sociedade, um de grande impacto envolve a testagem de HIV. Muitas pessoas ainda sentem vergonha ou acreditam ser desnecessário fazer o exame, o que pode acarretar em um diagnóstico tardio.

Crenças sobre HIV

Uma pesquisa brasileira com 2 mil pessoas apontou que 66% dos entrevistados não acham possível contraírem a doença no próximo ano, e 28% consideram esse risco baixo.

Realizado este ano, indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos e acesso à internet, o estudo revelou também que apenas 48% dos entrevistados afirmaram fazer uso de camisinha em todas as suas relações sexuais.

Enquanto 23% alegaram utilizar às vezes. E 29% assumiram nunca usar o preservativo. A pesquisa foi realizada pela Genomma Lab e coordenada pelo infectologista Ricardo Vasconcelos.

Nesse mesmo grupo de entrevistados, somente 44% fizeram exames para infecções sexualmente transmissíveis. Sendo que 86% deles disseram que a vergonha é uma das razões para não fazerem o teste de HIV Esses dados tornam-se ainda mais preocupantes ao considerar a média de 40 mil casos anuais, de acordo com o Boletim Epidemiológico Brasileiro de HIV e Aids, divulgado em 2018. A estatística considerou dados coletados entre 2013 e 2017.

Incentivo à Testagem de HIV

A fim de reduzir cada vez mais o tabu de fazer testes, é importante que você converse com os seus amigos e pessoas a sua volta, incentivando-os. Pesquisas de Zâmbia e do Malawi, apresentadas na 23ª Conferência Internacional de Aids, apontam que homens sentem-se menos incomodados de fazer a testagem, caso alguém de sua casa também faça.

Incentive uns aos outros!