Notícias

Eventos

HIV – como melhorar a adesão ao tratamento

HIV - como melhorar a adesão ao tratamento

HIV – como melhorar a adesão ao tratamento

O início do tratamento com medicamentos antirretrovirais é um dos momentos mais delicados para quem tem o vírus HIV. Assim, é importante criar métodos que ajudem a seguir o tratamento de maneira correta.

Começar uma rotina já nessa fase é interessante, pois possibilita a criação do hábito e facilita a inserção dos medicamentos no cotidiano.

Outro ponto fundamental é que nessa nova rotina sejam priorizadas as atividades físicas e a boa alimentação. Deste modo, aumenta-se a qualidade de vida do paciente e seu sistema imunológico é fortalecido.

Dicas para aderir e seguir o tratamento

A rotina é importante, pois a pessoa em tratamento precisa seguir os mesmos horários diariamente e lembrar-se de continuar o tratamento mesmo aos finais de semanas e férias. Quando o uso dos medicamentos não é feito da maneira correta, o vírus HIV pode ficar resistente aos compostos, o que acaba diminuindo as alternativas de tratamentos.

Veja como estimular crianças e jovens a seguirem o tratamento:

Crianças: Nesse período, os adultos são os responsáveis por cuidar da rotina de medicamentos da criança. Então, deve-se manter uma conversa franca com o pequeno e não inventar mentiras sobre os remédios.

É importante que a criança tenha consciência que os medicamentos fazem bem para sua saúde.

Jovens: Nesse momento é ideal uma conversa franca. Só assim o jovem entenderá a importância do uso dos medicamentos e o valor em seguir uma rotina saudável para, assim, continuar com suas tarefas e eventos normalmente.

Nessa fase, o paciente pode começar a lidar com os testes, receitas médicas e tudo que envolve a doença, além de conversar com a família sobre os aspectos da sexualidade e suas práticas.

Dicas gerais

Porta-pílulas: São importantes para a organização diária dos medicamentos e muito úteis quando a pessoa precisa sair ou ficar alguns dias fora de casa.

Alarmes: Essenciais para não se esquecer de tomar os medicamentos e lembrar-se de ingeri-los no horário recomendado todos os dias.

Diário: Fazer um acompanhamento da medicação, isto é, anotar quando e quanto tomou. Esse cuidado é importante para controlar as doses e prevenir efeitos colaterais associados ao uso.

Continue acompanhando nosso Blog para saber mais informações importantes sobre o HIV. Aproveite e siga o Projeto Criança Aids (PCA) nas redes sociais:

Instagram
Facebook