Notícias

Eventos

Como tornar os momentos dos remédios mais lúdicos

O momento de tomar remédios não costuma ser bacana para ninguém, principalmente para as crianças. Mas, para que isso se torne um hábito para elas, em especial nos casos de HIV, em que é necessário o tratamento constante, vale apostar em algumas alternativas diferenciadas no momento da medicação, como:

– Contar estórias interativas nas quais a criança precise tomar o comprimido;
– Fazer com que a ação seja parte de uma brincadeira;
– Estimular brincadeiras em que a criança dá o medicamento para brinquedos.

Aos poucos, a tendência é que ela se acostume com essa tarefa primordial do tratamento – e em breve, não seja mais necessário adotar estratégias especiais para a administração da medicação.