Notícias

Eventos

A vida de uma pessoa soropositiva

O Cotidiano de uma pessoa soropositiva é quase como o de qualquer outra pessoa que vive sem a doença. Com trabalho, estudo, passeios com os amigos, namoro e convívio em família.

No entanto, é importante que a pessoa com HIV tome os seus remédios corretamente, o que, de modo geral, acontece duas vezes ao dia. Tal controle permite que o paciente mantenha uma carga viral baixa.

Algumas vezes os remédios podem causar efeitos colaterais, que vão desde dor de cabeça, até problemas ósseos e renais. Mas vale a pena insistir, se o paciente mantiver hábitos saudáveis e tratamento regular, a frequência das idas ao médico e a realização de exames vai diminuindo periodicamente.

No mercado de trabalho, por exemplo, não existe diferença e a pessoa pode trabalhar normalmente. Valendo ressaltar que ninguém pode ser obrigado a revelar que é soropositivo – o sigilo está assegurado desde 1989 pela Declaração dos Direitos Fundamentais da Pessoa Portadora do Vírus da Aids.

Em relação a vida amorosa, o soropositivo pode se relacionar tranquilamente com alguém sem o vírus. Mas é importante lembrar-se de usar camisinha em todas as relações sexuais e manter os exames em dia. Leia sempre as principais notícias envolvendo o vírus e se informe, esse é o melhor caminho para se ter uma vida saudável!