Notícias

Eventos

Quais os exercícios mais indicados para quem está em tratamento?

Caminhada, corrida, ginástica, bicicleta, natação e musculação são boas opções. Os exercícios estimulam suas defesas, ajudam a combater a depressão, a ansiedade, são bons para o funcionamento do coração e pulmão, além de manter a massa muscular e o seu corpo saudável.

Também ajudam a manter baixos os níveis de colesterol e triglicerídeos e ajudam a reduzir outros efeitos colaterais que podem ocorrer com o tratamento, como a lipodistrofia. Mas não se esqueça de checar com o seu médico quais são as atividades físicas mais adequadas para você.


Atenção: os textos e imagens desta página foram adaptados e extraídos do site do Programa Nacional de DSTs e Aids – www.aids.gov.br, do Ministério da Saúde.