Notícias

Eventos

Principais erros no uso da camisinha

Usar só na hora da penetração
A camisinha deve ser colocada desde o começo do contato entre o pênis e a vagina.

Só tirar depois que o pênis amolecer dentro da vagina
Com o pênis mole, o sêmen pode vazar da camisinha entrando em contato com a vagina. Tire a camisinha com o pênis ainda duro, logo depois da ejaculação.

Colocar do avesso
Assim é mais difícil colocar a camisinha e o rompimento pode acontecer facilmente.

Não tirar o ar do reservatório ao colocar a camisinha
Se o reservatório destinado ao sêmen estiver cheio de ar, a camisinha pode estourar. Por isso, é importante apertar a ponta do preservativo enquanto ele é desenrolado.

Só colocar na hora da ejaculação
A transmissão de DST e a gravidez podem acontecer antes da ejaculação.

Passar lubrificantes que não sejam à base d’água
Somente lubrificantes à base d’água devem ser utilizados, como é o caso do KY. Já a vaselina e outros lubrificantes à base de petróleo não devem ser usados, já que causam rachaduras no preservativo, acabando com a capacidade dele de proteger contra doenças e gravidez.

Transar duas vezes com a mesma camisinha
A camisinha só pode ser usada uma única vez. Usá-la mais de uma vez não previne contra a gravidez e as DSTs.

Guardar em lugar incorreto
Guardar a camisinha na carteira ou no porta-luvas pode danificá-la. Por isso, mantenha-a em locais frescos e secos.

Abrir com os dentes e outros objetos cortantes
Nunca abra a camisinha com os dentes ou outros objetos que possam danificá-la.


Atenção: os textos e imagens desta página foram adaptados e extraídos do site do Programa Nacional de DSTs e Aids – www.aids.gov.br, do Ministério da Saúde.